o mito do multitasking

O mito do Multitasking

‘’Quanto mais depressa, mais devagar’’, costumava dizer a minha avó. Mas nas nossas vidas cada vez mais agitadas, a necessidade de velocidade significa multitarefa ou multitasking, como é mais conhecido o termo. Claro que muitas vezes somos multitasking sem sequer pensarmos nisso – ouvir rádio enquanto lavamos a loiça, por exemplo, tem pouco impacto na capacidade de nos concentrarmos naquilo que estamos a ouvir. E em alguns casos, ouvir música enquanto trabalhamos pode efectivamente ajudar na concentração, uma vez que elimina outras distrações.

Mas existe também um mito no multitasking que é referido no próprio nome.

Quando fazemos várias coisas ao mesmo tempo, não estamos realmente a ser multi-tarefa, pois apenas alternamos rapidamente entre actividades diferentes. E quando o vemos assim, de repente torna-se clara a razão pela qual a multi-tarefa ser um mito, e que pode até diminuir a nossa produtividade.

Alternar constantemente o nosso foco desperdiça tempo, impede de nos envolvermos totalmente na tarefa em mãos e aumenta a probabilidade de erros.

A multi-tarefa pode até aumentar o stress, uma vez que exige níveis elevados de hormonas do stress,  o cortisol e a adrenalina.

O que podemos fazer para desacelerar e dar um passo de cada vez?

1. Adoptar um método de gestão de tempo e planeamento – GTD/Pomodoro.

2. Fazer pausas ao longo do dia.

3. Delegar.

4. Dizer que não.

5. Manter o foco (15 minutos de meditação por dia ajudam).

 

  Publicado por Sofia Castro Fernandes